19 Receitas de Risoto de Funghi Cremoso para refeições muito charmosas

Uma deliciosa seleção de receitas e dicas para te ajudar a fazer o melhor risoto da sua vida.
Publicado em Risotos
19 Receitas de Risoto de Funghi Cremoso para refeições muito charmosas

O risoto é um prato muito comum na Itália. "risoto" significa "pequeno arroz" e tem a ver com o tamanho e formato dos grãos utilizados para este tipo de receita, geralmente arbóreo ou carnaroli.

Funghi secchi ou funghi secchi é o nome que se dá a um cogumelo seco ou desidratado. Shitake, Shimeji, Porcini e Chileno são os principais encontrados aqui no Brasil.

Se o risoto é delicioso, a receita de risoto de funghi cremoso faz um super sucesso entre os adeptos do consumo de cogumelos. Separamos várias das melhores receitas para você a prender a fazer esse prato tão delicioso e aconchegante.

poste no pinterest esta imagem

Receita de risoto de funghi Com iscas de filé mignon: Como fazer

Uma das bases de qualquer risoto é o preparo do caldo do cozimento. Normalmente o caldo de galinha é o mais utilizado, mas no caso de risotos de carnes vermelhas, o risoto de carne pode ser uma boa pedida.

Este leva iscas de filé, que podem ser preparadas na manteiga, a fim de manter sabor e untuosidade.

Cremoso

Para um resultado cremoso assim, vá adicionando a água ou o caldo em partes, toda vez que o grão estiver quase secando, por tempo suficiente para que ele esteja al dente.

Assim o grão libera o amido que vai encorpar o caldo.

O ponto ideal da cebola utilizada é quando ela fica transparente, ajudando na cremosidade desta versão.

De funghi fresco

Além do funghi seco, você pode utilizar o funghi fresco. Ele é mais macio, e bem saboroso. Refogue-o por alguns minutos até murchar bem.

Se desejar, pode acrescentar outros legumes aos ingredientes, mas cuidado para não exagerar, pois o sabor suave do cogumelo pode se perder entre tantos outros.

De funghi porcini

O funghi porcini é um dos funghi secchi mais comum no Brasil e bastante utilizado no preparo de risotos.

Ao prepará-lo de preferência ao caldo de legumes e adicione uma xícara por vez.

O gosto se destaca se você usar ingredientes suaves. Mantenha o fogo sempre médio ou baixo.

Vegano

Tudo o que um risoto vegano precisa para ficar delicioso é de um bom arroz arbóreo ou carnaroli.

Refogue o funghi secchi em uma colher de sopa de manteiga, bem generosa.

Aqui, o caldo de legumes é a preferência, claro. Uma concha por vez, aos poucos.

Com carne

Para aprender como fazer risoto de funghi com carne, você precisa saber que a carne deve ser bem temperada. Sal e pimenta bastam, mas nada impede que você acrescente outros, de sua preferência.

O modo de preparo é simples, e essa receita é das mais comuns.

Deixe uma panela de água quente ou caldo pertinho para ter mais agilidade.

Com limão siciliano

O limão siciliano é outro item muito comum em uma receita de risoto de funghi cremoso.

O sabor do limão dá frescor ao prato. Aliado a pimenta do reino, é uma explosão de sabores.

O bônus do vídeo é um medalhão ao vinho tinto delicioso.

De funghi desidratado

O passo a passo é simples: coloque cebola picada numa panela com manteiga e refogue.

Junte o nosso arrozinho e refogue. Entre as porções de caldo de carne, de legumes ou de frango, coloque uma xícara (chá) de vinho branco seco.

O vinho deixa o prato cheio de sabor.

De shitake

Para esse risoto de funghi cremoso o funghi escolhido pode ser o shitake. "Secchi" ou fresco, a escolha é sua.

Para as medidas de arroz, o habitual é o clássico: uma xícara serve duas pessoas. E para cada xícara de arroz, duas xícaras (chá) de caldo.

Ao final um bom queijo como o parmesão ralado, dá o toque final.

Na panela de pressão

Uma receita de risoto de funghi nesta panela tão usada no dia a dia: é possível sim. Esta receita segue da mesma forma de todas as demais.

O resultado é muito bom. Importante: antes de preparar qualquer receita com funghi seco, coloque o funghi de molho em água fervente e deixe hidratar por pelo menos 30 minutos.

Com bacon

Esse risoto acrescenta o bacon como forma de agregar sabor. O bacon dispensa a gordura para ser frito, mas depois vale a pena acrescentar algumas colheres (sopa) de manteiga para finalizar.

O risoto costuma ir ao fogo por 30 minutos em média, mas isso vai depender sempre da quantidade feita.

Com creme de leite

O creme de leite é outro ingrediente que acrescenta cremosidade do risoto. Sempre comece pela cebola. Refogue por alguns minutinhos antes de acrescentar o grão.

Ela deve estar começando a ficar transparente.

Com vinho branco

Para entender como fazer risoto de funghi, saiba que é importante deixar a água do arroz diminuir até secar quase totalmente e só então vá adicionando o caldo.

Neste caso, acrescente o vinho em uma das adições.

Uma dica: refogue a cebola e acrescente um poco de vinho nessa etapa, para saborizá-la.

Com gorgonzola

O gorgonzola torna a cremosidade da receita fácil de fazer. Misture bem todos os queijos antes de adicioná-los para um resultado uniforme.

Para melhorar ainda mais a apresentação, siga mexendo até todos derreterem e acrescente um pouco na hora de servir.

Com medalhão de filé mignon

Para combinar com o risoto, o medalhão deve ficar molhadinho. O arroz deve estar pronto junto com o medalhão, para que ambos sejam servidos em sua melhor forma.

Sugestão: refogue um dente de alho na manteiga restante na panela do preparo do medalhão de carne e regue-a com essa mistura.

Com queijo parmesão

Nessa receita, use pimenta a gosto, mas pegue leve no sal por conta do parmesão. Use 2 xícaras (chá) de arroz para 4 pessoas.

Acrescente o funghi quando o grão e começar a parecer mais branquinho. Uma xícara (chá) de funghi serve até duas pessoas.

Ao final, queijo parmesão ralado, claro.

Com tomate seco

Mais uma vez, uma receita com shitake. Prepare a cebola, junte o arroz e refogue por mais alguns minutos. Pique o funghi (qualquer tipo de cogumelo) e acrescente. Junte a água ou caldo e faça todo o processo.

O ideal é acrescentar o tomate ao final do preparo, para ele não se sobressair totalmente ao sabor do risoto ao funghi.

Com alho poró

Com alho poró nós temos mais uma das receitas fáceis de risoto ao funghi. Essa delícia fica pronta quando você perceber o arroz cozido, mas ainda firme.

Então desligue o fogo e junte o queijo escolhido.

Fica muito bem com carne vermelha. Para finalizar, azeite de oliva vai muito bem.

Sem vinho

Com vinho tinto, vinho branco ou sem vinho? A escolha é toda sua.

E se sua opção for sem vinho, esta é a receita de risoto ao funghi que você procura.

Feita para deixar seu prato igualmente saboroso.


Com vinho tinto, ou vinho branco. Com funghi fresco ou seco. Carne branca ou vermelha. Escolha o risoto da forma que preferir.

Se ainda não experimentou um risoto ao funghi, não perca tempo. Você vai gostar!

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.