Torta de Maracujá Mousse com Biscoito espetacular para matar a vontade de doce

Um sabor incrível que conquistará o coração de sua família.
Publicado em Sobremesas
Torta de Maracujá Mousse com Biscoito espetacular para matar a vontade de doce

Essa é a sobremesa preferida dos brasileiros principalmente em tempos de verão, nos dias quentes.

Quem é que não gosta de degustar uma deliciosa dessas?

E o melhor de tudo: é fácil de fazer!

Aqui, nesse artigo vamos ensinar como fazer receita de torta de maracujá mousse simples e fácil que degustará à vontade na sua casa.

Confira!

poste no pinterest esta imagem

Receita de Torta de Maracujá Mousse com Biscoito Simples e Fácil: Saiba Como Fazer

Quantidade
12 Porções
Preparação
10 minutos
Dificuldade
Fácil

Ingredientes

1
pacote de biscoito maizena
100g
de manteiga derretida
1
lata de leite condensado
1
caixa de creme de leite
1
xícara de chá de suco de maracujá
1
envelope de gelatina incolor sem sabor

Modo de preparo

1

Triture os biscoitos

  1. Pegue 1 pacote de biscoitos do tipo maisena e coloque para triturar num liquidificador ou num processador até até formar uma farofa.
  2. De preferência, use um processador, além de ser melhor, usaremos o outro aparelho posteriormente para fazer o recheio.
2

Separe os ingredientes

  1. Separe todos os demais ingredientes em recipiente com a quantidade pedida na receita.
  2. Isso facilitará seu uso na hora de fazer a receita.
3

Misture a manteiga com o pó de biscoito

  1. Depois de bem triturado, misture a manteiga com os biscoitos que ainda estão no liquidificador ou processador.
  2. Bata por alguns segundos até que tudo fique homogêneo.
4

Montar a Base

  1. Pegue uma forma com fundo removível, de preferência daquelas especiais para tortas, unte com farinha de trigo e manteiga e ponha o biscoito batido com a manteiga até de que cubra toda a forma.
  2. Faça isso com a ajuda de uma espátula, que fará com que pegue toda a massa do liquidificador ou processador.
  3. Use as mãos para abrir e espalhar a massa dentro dessa fôrma de forma que ela fique bem aberta para receber a outra parte da receita posteriormente.
5

Leve ao forno

  1. Pegue a fôrma com a massa espalhada e leve ao forno pré-aquecido em 160º por 10 minutos.
  2. Isso fará com que essa massa fique mais tostada e com um jeito de biscoito para a torta.
6

Enquanto isso... o recheio

  1. Em um liquidificador, misture o creme de leite, o suco de maracujá e o leite condensado e bata durante alguns minutos até que você perceba que a mistura ficou homogênea.
  2. Coloque a gelatina inolor já hidratada dentro da mistura e bata mais um pouco até que tudo se misture bem.
7

A massa

  1. Assim que passar os 10 minutos de forno, tire a massa e espere esfriar um pouquinho, assim poderá receber o recheio.
8

Jogue o recheio

  1. Com a massa morna, jogue o recheio feito no liquidificador de forma que ela fique bem espalhada.
  2. Use uma espátula para ajudar a tirar todo o recheio que ficar no aparelho.
  3. Com a ajuda de uma colher ou mesmo a espátula, alise o recheio sobre a massa para que ela fique bem espalhada e reta sem que apareçam as pelotas e cubra tudo.
9

Leve à geladeira

  1. Leve a massa com o recheio até a geladeira por no mínimo 4 horas para que fique durinha e possa ser degustada posteriormente.
10

Decore

  1. Esse é opcional: quando sua receita de torta de maracujá estiver pronta, retire-o da geladeira e o enfeite com a polpa da própria fruta maracujá.
  2. Além de dar um aspecto mais bonito e caprichado, ainda aguçará o gosto da fruta e, assim, deixará mais saboroso.
  3. Espalhe a polpa com a ajuda de uma colher.
  4. Leve à geladeira por mais 3 horas para que a cobertura endureça e dê um toque divino e diferente na torta.
11

Sirva!

  1. Depois de esperar mais 3 horas para endurecer seu recheio, já pode servir e se deliciar com essa receita maravilhosa a tarde toda com seus amigos e familiares.
  2. Experimente!

Veja também uma lista sensacional com diversas receitas de massa de torta simples e variar em sua cozinha.

Qual é a validade de uma torta?

A validade da torta pode ser de apenas três dias se colocado em um recipiente hermético e tiver um recheio simples como o que mostramos nessa versão.

Se for colocado dentro de uma geladeira, sem ser no freezer ou congelador, a validade fica em sete dias.

Mas, lembrando, que sempre sua torta deve estar coberta ou fechada, assim evita ressecar e estragar toda a receita.

Já no congelador ou freezer, a validade vai mais longe ainda: três meses.

Isso mesmo! Sua torta fica três meses intacta e pode ser degustada quando quiser dentro desse prazo.

Mas, não se esqueça de deixá-la bem fechada em um recipiente ou bem coberta.

Outra coisa que vale ressaltar é que, descongelou uma vez, não deve congelar de novo: deve ser consumido em até sete dias sob refrigeração.

Como hidratar gelatina?

Durante o passo a passo, pedimos para que hidratasse a gelatina, mas como realizar isso, afinal?

Agora vamos ensinar!

A primeira coisa que você deve fazer é colocar cinco colheres de sopa de água em um recipiente (que possa ir ao micro-ondas) e adicionar todo o pacotinho da gelatina sem sabor.

Você pode usar um medidor, se preferir.

Misture tudo com a ajuda de um garfo e deixe descansar por uns cinco minutos para começar a hidratar.

Leve a mistura ao micro-ondas e deixa por uns 15 segundos.

Retire do micro-ondas e misture mais uma vez para que fique bem homogêneo.

Em vez do micro-ondas, poderá usar o fogão: o processo é praticamente o mesmo, mas o recipiente poderá ser usado em um fogão.

Também, deverá usar uma colher em vez de garfo e não deixar a mistura ferver.

Lembrando que se for usar meio pacote de gelatina (como algumas receitas pedem, use a metade de água também.

Manteiga ou margarina?

A maior parte das receitas sempre pede manteiga, mas será que uma margarina de vez em quando não é boa?

Nós colocamos gordura no bolo, pão ou torta e deixar mais fofa.

Mas, se trocar a manteiga por outros ingredientes que também são gordura, o resultado poderá ser diferente.

Colocando manteiga, a receita poderá ficar mais endurecida e até se quebrar, o que é um efeito normal do ingrediente.

Por isso, seu uso é mais indicado em massas mais firmes como pasta americana ou naked cakes.

Já o óleo é mais recomendado para deixar maciez e fofura e, por isso, é muito usado no preparo de chantillys e mousses.

O mal da margarina pode ser em não produzir bolos e tortas muito leves e ainda esfarelar a base deixando com buracos de ar.

Se for usar manteiga, prefira aquelas que são sem sal e que tenha 82% de gordura para que seu bolo ou torta fique com uma textura aveludada e, claro, um sabor agradável.

Já no caso da margarina, use a Gradina que dá um alto rendimento e é muito utilizada nas receitas de bolos, petit-flours, panetone, massas salgadas, éclair e tortas.

E o óleo mais indicado para usar em toda e qualquer receita que envolva massa é, sem dúvidas, o óleo de milho, que é suave e não deixa um gosto forte e nem um jeito engordurado.

Em contrapartida, se deseja mais alternativa para substituir a famigerada manteiga por qualquer outra gordura para montar a torta, tem mais cinco alternativas.

São elas: azeite, margarina feita em casa, polpa de abacate, creme de gergelim (o famoso tahine) e creme de amêndoas.

O azeite é um dos mais indicados para a substituição de manteigas e margarinas na torta, pois é mais saudável e ainda mais saboroso.

Deve usar 80 gramas de azeite para cada 100 gramas de manteiga.

Evite usar o azeite de oliva em receitas doces.

A margarina feita em casa muito fácil que envolve alguns ingredientes: farinha de milho, sal marinho e leite de coco.

Por isso, pode ser uma das alternativas mais saudáveis na substituição da manteiga.

A polpa do abacate já diz tudo: é a polpa de uma das frutas mais consumida pelos brasileiros.

Isso porque a polpa do abacate se assemelha a manteiga comum, mas é bem mais saudável, pois tem “gorduras do bem”.

E por seu sabor ser bem delicado, não afeta no gosto de bolos e tortas feitos com outros recheios.

Creme de gergelim ou tahine também é uma boa pedida, mas só serve para substituir receitas salgadas devido ao seu gostinho.

Infelizmente, é um ingrediente difícil de se encontrado nos mercados, mas uma bela alternativa para ser passado no pão no café da manhã.

E, por fim, o creme de amêndoas que é uma das alternativas mais fáceis de preparar em casa e substituir a manteiga.

Basta ter amêndoas, triturá-las devagar, desta forma soltam seu óleo e colocam um pouco de óleo vegetal que ajuda no processo.

Use amêndoas frescas e lembre-se: não precisam ser torradas.

E se quiser, dá para usar amendoins ou castanhas no lugar, por exemplo.

Outra coisa que vale ressaltar, é que devemos ficar de olho na quantidade de gordura que deve ser usada na receita: evite de misturar vários tipos de gordura em uma só receita e siga a quantidade à risca durante seu preparo.

Liquidificador ou processador?

Parece tudo a mesma coisa, não é verdade? Mas não.

O resultado poderá ser o mesmo, mas um tem mais vantagens que o outro.

O liquidificador é usado para triturar e picar e tem controle de velocidade de acordo com a densidade dos alimentos a serem liquidificados que pode ser mudado a qualquer hora pelo usuário.

Este aparelho comum na casa dos brasileiros é ótimo para sopas, vitaminas, grãos e sementes, purês, sucos, molhos e qualquer preparo que não necessite ser fofa semelhantes as de panqueca, torta e pudins.

Ou seja, ele não é indicado para chantilly, pães e alimentos muito quente.

Já o processador tem a versatilidade de funções em um único aparelho o que pode reduzir o número de eletrodoméstico com a mesma função em uma casa.

Também, é ótimo no preparar receitas que envolvam grandes quantidades de ingredientes.

Um processador em seu modelo mais completo possibilita ao seu usuário cortes de diferentes espessuras, ralar, fatiar, picar, emulsionar, misturar massas e processar três tipos de ingredientes diferentes.

É indicado nas tarefas de ralar queijos, cortar legumes, triturar temperos, preparar molho e triturar, fatiar e moer qualquer tipo de alimento mais sólido.

Porém, não é indicado para misturar líquidos ou receitas que precisam ficar aeradas, o pão de ló é um exemplo.

Mas, qual é o melhor?

Nessa receita, poderíamos dizer os dois, no entanto o processador é o mais indicado afim de moer o biscoito de maisena graças a sua agilidade e competência.

Já o outro aparelho cabe muito bem na mistura o recheio.

Agora já aprendeu tudo o que precisa, vá à cozinha e prepare sua torta de maracujá.

Gostaria de nos ajudar com um compartilhamento em suas redes sociais? Cada compartilhamento ajudará.

Siga-nos no Youtube, Facebook, Pinterest e Instagram.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.