Perfeito Tteokbokki Incluindo Ótimas Sugestões Para Variar os Sabores

Uma receita tradicionalmente coreana agora feita por você!
Publicado em Massas
Perfeito Tteokbokki Incluindo Ótimas Sugestões Para Variar os Sabores gowithstock / Shutterstock.com

A Receita de Tteokbokki que vai te fazer perder o medo de experimentar pratos orientais feitos por você mesmo, não só pelo modo de fazer como pelo sabor e textura, que proporcionam uma experiência gastronômica indescritível.

O Tteokbokki é um prato típico sul coreano, feito à base de arroz. Tteok significa massa de arroz, e bokki significa refogado. É considerado uma comida de rua, sendo comum de ser encontrado em diversos lugares, com molhos desde picantes até neutros, além de variados legumes e proteínas. Atualmente, em razão da popularidade, você pode mesmo encontrar as massinhas de arroz prontas no mercado.

Em seguida, teremos uma seleção com outras 7 receitas deliciosas para você experimentar. . Escolha a que mais te agrada e desfrute.

poste no pinterest esta imagem de receita de tteokbokki

Receita de Tteokbokki Básica: Saiba Como Fazer

Rendimento
4 porções
Preparação
30 minutos
Dificuldade
Fácil
Ingredientes

Para a Massa:

  • 1 xícara de farinha de arroz glutinoso
  • 1 col. de chá de sal
  • 3/4 de xícara de farinha de arroz
  • 1 xícara de água quente

Para o Molho:

  • 2 colheres de sopa de gochujang (pasta de pimenta coreana)
  • 1 colher de sopa de molho de soja (shoyu)
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 200ml de água
  • 1 fio de óleo de gergelim
  • pitada de sal
  • 2 salsichas
  • Queijo para cobrir (opcional)

Modo de preparo

Para a Massa:

  • Numa panela ou tigela, misture a farinha de arroz glutinoso, farinha de arroz e sal.

  • Adicione a água quente aos poucos e mexendo.

  • Assim que a temperatura ficar confortável, sove a massa com a mão até formar uma massa lisinha tipo de modelar.

  • Divida essa massa uniforme em 8 partes iguais e modele em rolinhos, os cortando em pedaços de, aproximadamente, 8 centímetros.

  • Cozinhe esses pedaços menores em uma panela com água fervente em abundância, para que não grudem.

  • Deixe cozinhar por 8 a 10 minutos, em fogo médio a alto, e quando começarem a boiar, retire com uma escumadeira.

  • Coloque os rolinhos cozidos de forma que não fiquem empilhados.

  • Deixe secar um pouco antes de colocar no molho.

Para o Molho:

  • Numa frigideira, coloque todos os ingredientes do molho, exceto as salsichas e o queijo.

  • Quando a mistura da frigideira aquecer, acrescentes as salsichas cortadas em rodelas e deixe ferver.

  • Assim que ferver, adicione a massa e deixe ferver por mais alguns segundos.

  • Coloque queijo por cima no momento de servir.

Dica:

No momento de cozimento, utilize uma escumadeira para separar os rolinhos, casos eles se juntem. Os rolinhos cozidos sem molho podem ser congelados por até meses, e para descongelar basta botar em água. Caso você não goste do ardor, pode reduzir a quantidade de pimenta coreana do molho.

Siga e aprenda a fazer outras 7 receitas do famoso tteokbokki em versões incríveis e simples.

Apimentado

autor: Culinária Coreana da Lan

Caso você conheça um pouco da comida coreana, sabe que seus pratos apimentados fazem bastante sucesso, e que as pimentas coreanas têm um gosto diferente das pimentas daqui, além de que são possuidores de uma picância, no mínimo, diferente.

Pensando nisso, é preciso ser contemplada uma versão dedicada aos amantes de pimenta, donos de papilas gustativas resistentes já que o ardor aqui é inigualável.

Porém, antes que pareça apenas um atrativo vazio, o sabor desse bolinho de arroz, em momento algum, é escanteado, então fique tranquilo.

Com Queijo

autor: Korean Cooking Diary

Muitas pessoas sabem que a melhor formar de cortar o ardor de um alimento picante é com um laticínio, pois a gordura dos produtos dessa categoria ajudam a língua no processo de recuperação do queimor dessa maravilha vermelha.

Assim, caso você queira se arriscar nas versões apimentadas dessa comida coreana deliciosas, mas está inseguro sobre se irá aguentar, sugiro que teste esta receita, pois a adição do queijo, apesar de parecer algo bobo, faz totalmente a diferença para seu caso.

Bolinho peixe

autor: Go Han Go

O bolinho de peixe coreano é um ingrediente bastante comum dentre as receitas coreanas, e é facilmente encontrado em mercados asiáticos, ou mesmo na internet, já que em razão do preparo não se estraga no transporte como produtos frescos.

O segredo aqui é justamente o uso desse ingrediente, pois ele potencializa o sabor do prato e traz aquele gosto mais forte de frutos do mar, além de ser uma nova textura deliciosa para se comer enquanto degustasse esse maravilhoso prato.

Além disso, para dar um charme extra ao seu preparo, acrescente cebolinha picada por cima.

Ovo

autor: Receitas do Kazu

O ovo é a proteína animal mais barata atualmente, e justamente por isso é comum imaginar-se que ele é inserido nos mais diversos pratos, tanto por questões nutricionais, como pelo sabor, que harmoniza muito bem, inclusive, com pimenta.

Esse parto aqui é muito barato e delicioso, além de nutritivo.

As pimentas combinam muito bem com o ovo, como dito acima, pois elas ajudam a cortar o seu gosto que pode ser forte para alguns paladares, porém, seu ardor é controlado por essa proteína incrível para a receita se tornar ainda melhor.

Sem pimenta

autor: Chef Helena Jang

Caso você seja aquela pessoa para quem nem mesmo a menor quantidade dessa pimenta vermelha é comestível, ou quer se manter seguro já que ela é estrangeira, tenho notícia boas e será possível comer dessa maravilhosa comida coreana.

Pensando nisso, elencamos uma receita que engloba todo o sabor particularidade do tteokbokki, porém em uma abordagem ideal para paladares mais sensíveis e até mesmo para crianças.

Que tal testar essa versão no almoço de família? Tenho certeza de que irão amar.

Lámen e camarão

autor: Casinha by Gaby - BUFFET

Muitos de vocês podem não imaginar, mas é um prato extremamente comum na Coréia do Sul a junção do lámen (macarrão instantâneo) com o tteokbokki, já que esses dois alimentos têm grande força na gastronomia local.

Pensando nisso, trouxemos uma versão de um dos pratos típicos coreanos que une o melhor dos dois grandes elementos da culinária local e acrescenta o camarão, proteína comum tanto ao país asiático quanto ao Brasil, o que pode ajudar quem está buscando novas cozinhas, mas prefere jogar seguro.

Lámen e contra filé

autor: chef Helena Jang

Sabendo sobre como essa dupla dinâmica é comum no país, seria impossível contemplar apenas uma forma de apresentá-la numa refeição deliciosa e nutritiva, certo?

Aqui, o destaque vai para os amentes de carnes, pois o sabor suave, mas marcante do contrafilé irá combinar mais do que perfeitamente com o lámen e o tteokbokki, pois essas duas massas têm um sabor neutro que harmonizará com o sabor da carne, que por sua vez combina como uma luva com o molho.

Bem, pode parecer difícil de pronunciar o nome desse preparo, porém, eu garanto que é apenas essa a dificuldade encontrada, já que o preparo é mais do que simples.

Vale a pena investir nos ingredientes específicos, como a pasta de pimenta vermelha, para preparar esse prato, pois eles proporcionarão uma experiência mais próxima à realidade, sem contar no sabor incrível!

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.