Torresmo: Saiba como fazer na AirFryer

Sabor na Mesa Escrito por 

Passar algumas horas com a avó é sempre bom, ainda mais quando ela inventa de cozinhar e te envolve com suas histórias sobre cada alimento que cozinha. Parece que elas conhecem todos os alimentos, o motivo de sua existência, de onde vieram, como podem ser utilizados, é impressionante. Foi isso que aconteceu no último sábado, quando resolvi ajudar a minha avó com o almoço. No cardápio escolhido estava o torresmo, que segundo informações da vovó, é uma preparação culinária feita de pele de porco com gordura. Foi trazido ao Brasil pelos portugueses, mas aqui aprimoraram com o retoque de alguns temperos utilizados pelos escravos da África.

INGREDIENTES

1 Kg de carne de porco (preferencialmente a barriga) cortadas em cubos
1 colher de chá rasa de sal
1 pitada de pimenta do reino

MODO DE FAZER

Tempere a carne. Coloque no cesto da Air Fryer. Programe 45 minutos a 200°C, mexendo a cada dez minutos para que dourasse dos dois lados igualmente.
Agora, basta servir.

Antigamente, sua utilidade era apenas uma maneira de se obter a banha do porco, mas na Bahia colonial, os escravos passaram a comê-lo quase diariamente. Então, ele passou a ser consumido como um delicioso petisco, sempre associado à comida mineira, podendo ser ingrediente de algumas outras receitas, como a feijoada.

Dona Maria, minha avó, me ensinou diversas formas de apresentar o torresmo na culinária, dentre elas estava o torresmo à pururuca. Baseia-se em temperar uma quantidade de torresmo com sal e fritá-lo em bastante óleo. O fato de ser fritura me incomodou de certa forma, pois não é recomendado consumir uma quantidade tão grande de gordura e, além disso, faz uma tremenda bagunça na cozinha. Não fiquei muito motivada com a receita, apesar de ser extremamente saborosa.

Procurei algumas formas de modificar o modo de preparo do torresmo à pururuca, onde a quantidade de gordura fosse menor e não fosse tão prejudicial à saúde, mas, infelizmente, não tive sucesso. Parece que a base do sabor encontrava-se naquela enorme quantidade de óleo.

Quando achei que seria impossível mudar a forma de preparar o torresmo, fui apresentada a um novo conceito de fritadeira, a Air Fryer, que não utiliza óleo no preparo dos alimentos.

De início, não acreditei que seria possível atingir o sabor desejado no alimento com a fritadeira, mas resolvi investir em uma como forma de experimento, levando em consideração que o preço era acessível. Quando recebi o produto, fiquei realmente surpresa, assim como minha avó.

Temperamos 1 Kg de carne de porco (preferencialmente a barriga) cortadas em cubos com cerca de uma colher de chá rasa de sal e uma pitada de pimenta do reino e colocamos no cesto da Air Fryer. Programamos por 45 minutos a 200°C, mexendo a cada dez minutos para que dourasse dos dois lados igualmente. Depois de pronto, achamos melhor colocar para escorrer em uma toalha de papel, assim como fazíamos na receita original, mas, para nossa surpresa, a toalha permaneceu seca, sem vestígios de gordura. E como se não bastasse, o sabor era incrível, tão gostoso quanto o original e o melhor, sem prejudicar nossa saúde. Para minha alegria, a cozinha permaneceu intacta, nem parecia que fora utilizada.

Resolvi experimentar outras marcas de fritadeiras, porém, não obtive os mesmos resultados. A fritadeira Air Fryer é simplesmente imbatível. É mais prática, tem o menor tempo de preparo e o sabor sai perfeito. E para aqueles que ainda acham que não vale a pena adquirir uma, aviso que a AirFryer tem excelência na preparação de todos os alimentos e deixa os sabores iguais aos fritados na gordura. Sim, ela não é eficiente apenas no preparo de torresmos, surpreende no preparo de qualquer fritura.

A partir de agora, não me imagino sem o uso da Air Fryer. Podemos consumir alimentos fritos e crocantes sem nos preocuparmos se são prejudiciais à saúde. Não pensamos nas "gorduras a mais" e podemos aproveitar o momento de degustação, sem ter aquela bagunça para arrumar depois. Air Fryer trouxe modernidade para minha cozinha.

Confira a análise da fritadeira elétrica sem óleo Fun Kitchen.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Top