Sabor na Mesa Escrito por 

Kibe: Saiba como fazer na Fritadeira AirFryer

O kibe é um prato típico árabe que foi primeiramente difundido por todo o oriente médio e norte da África. Encontrado em países como Líbano, Turquia, Síria e Chipre, o kibe sofreu alterações em cada país que ganhou espaço, obtendo características de cada região, assim como no Brasil também ganhou um novo formato. O kibe chegou ao Brasil através dos libaneses, mas o formato utilizado aqui tem origem do Kwait, além de sofrer algumas alterações no modo de preparo e alguns poucos ingredientes.

INGREDIENTES

1 kg de trigo para kibe
1 pacote de creme de cebola
1 kg de carne moída
1 cebola picada
Cheiro verde, sal, pimenta e hortelã a gosto

MODO DE FAZER

Hidrate o trigo para kibe com um litro de água quente e deixe por uma hora.
Esprema para retirar toda a água. Junte a carne moída bem triturada ao trigo de kibe, o pacote de creme de cebola e os demais condimentos. Amasse bem e faça os kibes no formato desejado.
Coloque na Air Fryer por 15 minutos a 200°.
Agora, delicie-se com seus kibes.

O primeiro contato com o kibe que temos no Brasil normalmente é durante as festas de família quando somos servidos, mas também encontramos o kibe nas lanchonetes e restaurantes. Visualmente apetitoso, o bolinho frito recheado de carne e temperos recebe diversas versões. Em algumas regiões ele é feito com arroz deixando a crosta bem crocante, já em outros lugares o recheio é feito com carne de carneiro, mas existem também as versões em que o kibe recebem recheio de carne moída e trigo para kibe também conhecido como tabule, sendo esta a versão mais comum. O kibe de carne de soja é a versão vegana do prato típico e o recheio de queijo é a novidade que apela para a combinação de sabores. Recebendo muitos condimentos como a cebola, hortelã, pimenta, salsinha e alho, o kibe sofre as principais alterações durante o preparo, em que é comum inserir os condimentos que mais apetecem ao paladar dos parentes, se tornando uma receita única para cada família.

Kibe Saboroso

Imagine que seus parentes estão chegando para uma reunião de família em sua casa e você optou por servir uma variedade de salgadinhos pela praticidade da distribuição, ou seja, separar pequenas porções de salgadinhos em pratos que permitem grupos de até quatro pessoas se sirvam, mas o "tio Carlos" e a "vovó Jurema" tem problemas gastroinestinais. O kibe é considerado um vilão para quem possui problemas estomacais, assim como para quem tem problemas cardiovasculares, devido a nossa cultura de fritar o kibe, no entanto, existem algumas formas de servir este prato sem apelar para o preparo cru ou cozido, podendo assá-lo ao forno ou ainda optar por um meio prático de preparo sem descaracterizar tanto o tão conhecido kibe com o uso de uma fritadeira sem óleo.

Receita de Kibe

O preparo do kibe é bem simples e os ingredientes são fáceis de encontrar, como o trigo para kibe, o creme de cebola que é encontrado em pacotes, a carne moída bem triturada, cebola picada, cheiro verde, sal, pimenta e a hortelã, que é opcional. Comece hidratando o trigo para kibe com um litro de água quente e deixe por uma hora, em seguida este trigo deve ser espremido para retirar toda a água, é comum utilizar um pano para garantir que toda água escorra. Nesta próxima etapa é feita a mistura dos ingredientes, então junte a carne moída bem triturada ao trigo de kibe, o pacote de creme de cebola e os demais condimentos como o cheiro verde, a pimenta, o sal e a hortelã. Essa mistura deve ser feita com as mão que amassam a massa, seguida da formação dos bolinhos.

Para um preparo mais saudável, utilize a Airfryer, que permite o preparo do kibe sem o uso do óleo, permitindo que qualquer pessoa possa consumir o salgado sem medo de sair da dieta. Ao invés de fritar os kibes em uma panela cheia de óleo correndo o risco deles explodirem, coloque os bolinhos na Airfryer por 15 minutos e altere a força em 200°, os bolinhos ficarão prontos rápidos e ficam crocantes.

Confira a avaliação da fritadeira elétrica sem óleo Airfryer Philco.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Top