Ponta de Peito E Preparos Obrigatórios no Churrasco

Uma carne macia e muito saborosa com a cara do verão
Ponta de Peito E Preparos Obrigatórios no Churrasco

Um prato quentinho é sempre bem-vindo, principalmente quando ele proporciona aquela sensação de lar. Além do mais, ele ganha um toque especial quando possibilita outras formas de preparo e acompanhamentos que fogem do que se come no dia a dia

Para reproduzir esta Receita de ponta de peito, você vai precisar de poucos ingredientes. O segredo para o sabor do corte é temperá-lo antes de colocar na panela e deixá-la selando com óleo e açúcar. Mas não é só isso, já que você pode cozinhar no bafo, recheá-la e muito mais.

Confira também a versatilidade do corte no modo de preparo

Receita de ponta de peito suculenta: saiba como fazer

Rendimento
6 pessoas
Preparação
2h
Dificuldade
Médio
Ingredientes
  • 1 (um) quilo de peito bovino
  • 1 (uma) cebola grande picada
  • 4 (quatro) batatas médias
  • 1 (uma) colher de sopa de açúcar refinado
  • 1 (uma) colher de sopa de mostarda
  • Molho inglês a gosto
  • Chimichurri
  • Cominho
  • Coentro
  • Óleo de cozinha
  • Água quente
  • Alecrim (opcional)
  • Louro (opcional)

Modo de preparo

  • Antes de tudo, tempere o peito do jeito que preferir. No caso desta receita, foram utilizados sal e pimenta a gosto.
  • Na panela de pressão, adicione um fio de óleo de cozinha e o açúcar. A combinação desses ingredientes servirá para dourar o alimento e não para deixar doce.
  • Quando começar a formar o caramelo, coloque o peito e deixe selar.
  • Quando ela pegar cor dos dois lados e nas laterais, adicione os demais temperos, incluindo o molho inglês, a mostarda, o chimichurri e o cominho.
  • Corrija o sal e, caso queira dar mais sabor, adicione um tablete de tempero pronto. Aproveite para adicionar a cebola picada
  • Cubra a carne com água quente e coloque na pressão.
  • Deixe cozinhar por 40 minutos e, quando sair a pressão, acrescente as batatas. Coloque novamente na pressão e deixe por mais oito no calor.
  • Quando ela estiver pronta, deixe os alimentos reservados em uma travessa e decore da forma que desejar. Aqui é possível acrescentar, além das batatas, mais temperos, caso do alecrim e do louro.

2º. No forno

Autor: Magro Cheff

Muita gente tem medo de cozinhar na panela de pressão, mas isso não é desculpa para não reproduzir o prato em casa. Por isso, experimente assar este corte no forno e se surpreenda com a suculência do resultado final.

O autor escolheu abacaxi como acompanhamento para o prato e ainda regou a peça com suco de laranja. Para o resultado ser muita maciez, é importante enrolar no papel alumínio antes de colocar no calor. Não esqueça de enrolar bem, com o suco bem preso no papel, para dar mais sabor.

3º. Com osso

Autor: Churrasco em Casa - Com Renato Monteiro

Se você não renuncia a um churrasquinho na grelha, este prato é para você. A versão é muito mais simples, mas exige atenção à altura da brasa e também ao ponto que deseja chegar. O melhor é que os temperos ficam a seu critério, também é possível fazer sem,

Antes de colocar na grelha, o autor passou sal grosso na carne. Um pegador facilita ainda mais na hora de virar, já que é possível enxergar onde o pedaço de peito ainda precisa ser selado. O resultado final é a garantia de muita suculência ao seu churrasco! Para o acompanhamento, experimente a saladas verdes ou de batata ou até a farofa de ovo.

4º. No espeto

Autor: Boi Gordo na Brasa

Outra alternativa para o churrasco é espetar a carne de ponta de peito para fazê-la na grelha. O espeto serve para deixá-la mais sequinha, o que pode ser a preferência para algumas pessoas. No entanto, é importante cuidar para que a altura em relação à brasa fique correta, além de não espetar o pedaço muitas vezes para não perder as propriedades e o suco.

O autor do vídeo cortou a carne em pedaços grossos e ainda dobrou para colocar no espeto. Além disso, o sal grosso garante o gosto autêntico para o seu churrasco.

5º. Recheado

Autor: Marcelo Bolinha Carnes

Essa receita exige um pouco mais de trabalho e também que a carne esteja inteira para que o processo seja feito da forma correta. Na hora de cortar o quadrado da carne, é importante se certificar de deixar um pedaço da gordura. De acordo com o autor, é uma parte importante para dar sabor.

Para rechear, é simples. O autor utilizou cebola roxa e cebola branca, pimentão amarelo e vermelho, salsinha, cebolinha e linguiça artesanal. Para manter tudo junto na hora de assar, é necessário amarrar a carne com um barbante. É importante também salgar o corte antes de levar à churrasqueira e virar em todos os lados para que a carne sele de forma igual.

6º. No bafo

Autor: Marcos Mantovani

Outra forma de deixar sua carne muito suculenta é fazê-la no bafo. Existem algumas opções para colocar por cima e criar um molho, como manteiga e mostarda. Não esqueça de temperar como preferir e de fazer furinhos na carne para que o sabor penetre bem.

Embrulhe no papel alumínio e deixe no bafo, ou seja, assando em combustão lenta. O processo é mais demorado, mas vale a pena pelo diferencial no sabor e na textura final. Depois de quatro horas, tire a carne do papel e finalize na churrasqueira por alguns minutos.

7º. Na cerveja

Autor: Churrasqueadas

E quem disse que a cerveja serve só para acompanhar a carne? Nesta receita, você vai aprender que utilizá-la como molho auxilia na hora de assar e deixa ainda mais gostosa. Aliada aos temperos, a bebida traz um sabor diferente à carne.

O autor temperou a carne com sal grosso e cobriu com alho, cebola e pimenta do reino. Ele ainda aproveitou para marinar com cerveja preta durante duas horas. Na hora de assar, envolveu a carne com papel alumínio e deixou no fogo durante quatro horas. No final, é só tirar do papel e dourar durante cinco minutos dos dois lados no braseiro forte.

8º. Com mostarda

Autor: Dicas do Fabião

A mostarda pode ser uma grande aliada na hora de preparar a sua carne. Com a ponta de peito não é diferente. A ideia é aproveitar os temperos e acrescentar o molho para dar um toque diferente à carne.

O autor optou por deixar a carne de um dia para o outro com tempero, assim a ponta de peito fica ainda mais saborosa. Outra técnica interessante é furar a carne para que o alho entre bem. O resultado, após as 2h30 assando, é uma carne suculenta e muito macia. Não deixe de experimentar.

9º. Na cebola

Autor: Serjão JP

O ponto forte deste corte é a possibilidade de variar nos temperos e formatos. Que tal testar a ponta de peito apenas com tomate e cebola?

Na panela de pressão, o autor fritou alho e logo já aproveitou para refogar com tomate em pedaços médios e cebola em rodelas. A carne vem por último, junto com a pimenta do reino e o sal. Em algum tempo, a água vai subir e é hora de tampar novamente e deixar a panela em fogo baixo para que a carne cozinhe bem. Quando ela pegar cor, desligue o fogo e está pronto para comer!

10º. No disco de ferro

Autor: Churrasco em Casa - com Renato Monteiro

O disco de arado, ou disco de ferro, também serve para fazer diversos pratos. Entre eles a carne, que recebe a fonte de calor uniformemente durante todo o preparo. Além disso, é possível acrescentar legumes e verduras para acompanhar.

Para reproduzir esta receita, é só colocar a carne em pedaços no disco. Além disso, é importante virá-la nos dois lados para que ambos fiquem dourados. Após selar, é só tirar do fogo e servir com o acompanhamento de sua preferência.

Você não precisa ir até uma churrascaria para experimentar o sabor autêntico da carne em outros estilos. Não deixe de provar os diferentes modos de preparo no conforto da sua casa!

poste no pinterest esta imagem de receita de carne-ponta-de-peito

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.