Bobo de Frango COM Propostas Super Tradicionais E Deliciosas

Como este prato de origem africana pode tornar sua refeição saborosa e nutritiva.
Publicado em Carnes
Bobo de Frango COM Propostas Super Tradicionais E Deliciosas Odu Mazza / Shutterstock.com

O bobo tem origem na culinária africana. Originalmente era feito com inhame ou feijão branco cozido até o ponto de papa.

Costumava vir acompanhado por peixes e frutos do mar. Mas ao chegar no Brasil foi ganhando roupagens diferentes de acordo com a geografia do local e as condições do povo.

Logo a mandioca começou a ser utilizada no preparo, bem como o leite de coco, ambos abundantes em solo brasileiro. De componentes simples, e o preparo idem, ele ganhou cada vez mais adeptos. Típico da Bahia, hoje é um prato muito comum na mesa do brasileiro.

A seguir, trouxemos em detalhes uma receita de bobo de frango fácil e rápido para você experimentar hoje. Além disso, na sequência, você conhecera mais 15 variações incrível.

poste no pinterest esta imagem de receita de bobo-de-frango

Receita de bobo de frango fácil, rápido e Tradicional: Veja Como fazer

Rendimento
para até 5 pessoas
Preparação
1h
Dificuldade
Fácil
Ingredientes
  • 500 gramas de peito de frango cortado em cubos
  • 500 gramas de mandioca cozida
  • ½ cebola média picada
  • 2 tomates sem semente picados
  • ½ pimentão vermelho picado
  • suco de meio limão
  • 2 pimentas dedo de moça picadas
  • 4 dentes de alho amassados
  • 1 vidrinho de 200 ml de leite de coco
  • 4 colheres de sopa de azeite de dendê
  • 4 colheres de sopa de coentro
  • sal a gosto
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • água do cozimento da mandioca

Modo de preparo

  • Inicie ligando uma panela em fogo alto. Nessa panela, coloque um fio de óleo.

  • Tempere o frango com os temperos da sua preferência. Corte o peito de frango e tempere com pimenta do reino, sal e suco de meio limão.

  • Transfira para a panela quente o frango.

  • Coloque um a um para fritar sem acumular água.

  • Enquanto isso, corte as mandiocas cozidas em pedaços menores.

  • Quando o frango fritar, retire da panela e reserve.

  • Na panela usada anteriormente, coloque óleo novamente e o restante do frango, se tiver.

  • No liquidificador, coloque a mandioca e a água do cozimento da mandioca. Bata bem.

  • Em uma panela, coloque azeite, o alho picado e a cebola. Deixe fritar.

  • Acrescente o pimentão vermelho e, em seguida, coloque todo o creme batido anteriormente no liquidificador. Prove e tempere com sal a gosto.

  • Coloque o tomate sem semente e volte a mexer.

  • Quando começar a ferver, coloque o frango.

  • Quando começar a borbulhar, coloque o leite de coco e mexa até ficar homogêneo. Adicione também o azeite de dendê.

  • Por fim, coloque coentro e salsinha.

  • Agora é só servir e se deliciar!

Fique agora com diversas variações para surpreender os convidados

Baiano

autor: Fran Oliveira

A Bahia é o estado-chefe do bobo, digamos assim. Por lá inclusive o uso de pimenta costuma ser mais caprichado.

Doure os cubos de frango, tempere-os a seu gosto. No liquidificador leve a mandioca cozida com o caldo (1 xícara em média) e bata até formar um creme liso, por uns 2 minutos.

Na panela adicione à carne, junte o leite de coco e os demais ingredientes. Quando ferver, desligue o fogo, salpique coentro e sirva.

Com azeite de dendê

autor: Paty Milk

O diferencial de um bom bobo baiano sem dúvidas é o uso de algumas colheres de sopa de azeite de dendê, típico de lá.

A dica principal de uma boa receita de bobó é: leve o aipim ao liquidificador, com o caldo sempre. É o melhor método, acredite.

Esta receita e uma das melhores, acredite!

Sem mandioca

autor: Fran na cozinha

Se você não gosta, existem opções de bobó de frango sem mandioca.

Para um frango bem saboroso, refogue bem alguns dentes de alho e a cebola em uma panela, com uma colher de sopa de azeite.

Quando estiverem transparentes, acrescente e tempere o frango, e misture bem. Se desejar, você pode fazer outras misturas de temperos.

Com batata

autor: Angela Arimura

Das opções de bobó de frango sem mandioca, a batata é a mais comum. Cozinhe as batatas até ficarem bem macias. No liquidificador, leve as batatas com um pouco do caldo também.

Junto ao frango, misture, acrescente uma xícara (chá) de leite de coco e deixe cozinhar por alguns minutos. Tempere com sal a gosto, pimentão vermelho de desejar.

Não esqueça de usar pelo menos 1 colher de sopa de azeite de dendê.

Veja também:

Com creme de leite e mandioca / aipim Fácil

autor: Divinas Receitas

A mandioca, também conhecida como aipim ou macaxeira, é o item chave da maioria das receitas de bobo de frango. Junto ao frango, formam o prato completo. E o que falar do creme de leite? Combina com tudo!

Caprichar na hora dos temperos, doure a cebola e o alho, usar um tomate maduro suficiente, 1 colher (sopa) de azeite de dendê, pimenta dedo de moça e coentro picado tornará o resultado imbatível.

Na moranga

autor: Sabrina Modesto

Outra forma bem legal de apresentação do bobo de frango é servi-lo na moranga. Aqui a dica é preparar a moranga antes, deixe cozinhar por cerca de 30 minutos, ou assá-la no forno.

Não esqueça de acrescentar a polpa da moranga nas porções que servir.

Com camarão

autor: Cozinha Amiga

Aqui temos duas versões na verdade: de frango e de camarão. Ambas são receitas deliciosas.

Porém, nós temos aqui um desafio: já pensou em preparar esta versão com frango e camarão juntos? Fica a dica.

Simplesmente deliciosa essa receita, faça e prove!

Com abóbora

autor: culinária Caseira

Seria a abóbora, moranga ou a moranga, abóbora? A segunda resposta é a correta: a moranga é um tipo de abóbora.

Esta versão usa a mandioca também, e é outra receita fácil também. Sugestão: suco de limão cai super bem no preparo do frango.

Light

autor: Vamos Juntas

Se você está em dieta, também pode comer! Com pequenos ajustes, é possível que a receita siga sendo saudável, mas caiba no seu diário alimentar.

Após preparar sirva acompanhado de uma saladinha e pronto, sem peso na consciência.

Com arroz, batata palha e farofa

autor: COZINHA PRÁTICA PARA VOCÊ!

A forma de servir desta receita costuma ter basicamente a mesma. Acompanhada de arroz branco e batata palha, é sempre um sucesso.

Sempre bom lembrar: não exagere no sal, e use o frango sem pele. No liquidificador bata a mandioca com o caldo, sempre.

Ele vai facilitar sua vida - e a do seu eletrodoméstico.

Na panela de barro

autor: CRISTINA DAFLON

Qualquer receita preparada em panela de barro tem um gostinho especial. Recomendamos usar a cebola grande, refogue por 2 minutos em azeite e doure bem. Acrescente o frango, sal e refogue até dourar bem.

Adicione o creme de mandioca e misture bem, até obter uma mistura homogênea. Cozinhe por 15 minutos mais ou menos. Junte o pimentão ou tomate, mexa bem e finalize.

Sirva a seguir acompanhado de arroz branco e batata palha.

Com batata baroa

autor: Revista da Cidade

A batata baroa, batatata salsa ou mandioquinha, também é outra opção bacana para substituir a mandioca. Sem glúten, pode entrar no seu dia a dia de forma super tranquila.

Sempre acrescente azeite de dendê e misture bem. Ele vai manter a identidade do prato.

Para bebês

autor: Prapapá

Sim, bebês em fase de introdução alimentar (10 meses mais ou menos) podem comer receitas saborosas assim. A dica é torná-las mais leves, como neste caso em que a mandioquinha (batata baroa) entra no lugar do aipim.

Aqui ao invés do dendê, duas colheres (sopa) de óleo de coco. Refogue bem a cebola picada e o aipo, junte o frango e deixe dourar.

O tomate e o leite de coco ajudarão a ter um creme junto à mandioquinha. Acrescente o creme e misture. Cozinhe por uns 10 minutos e sirva. As porções, ingredientes, estão em quantidade ideal para a família toda.

Com frango desfiado e batata palha

autor: Gustavo Orlandi

O comum deste tipo de receita é usar o frango em cubos. No entanto, esta versão traz o frango desfiado para quem prefere assim.

Também temos outra diferença: a batata palha vai em cima, decorando o prato.

Low carb

autor: Regina Histórias de LUZ

Tem receita destinada a quem não gosta de aipim, a quem prefere frango desfiado, a bebês, para quem está em dieta, e esta versão é para quem faz um tipo de dieta bem específico, baixo em carboidratos.

O personagem principal aqui, ao invés do aipim, é o chuchu. Siga as dicas do vídeo para garantir o sabor e a cremosidade.

Dentre tantas formas de se preparar este prato tão saboroso, cada um pode ter a sua favorita. Anote sua receita preferida e faça o quanto antes.

O incrível da cozinha é esta possibilidade de se navegar entre sabores e acrescentar seu próprio toque pessoal. Capriche e bom apetite!

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.