Conheça os tipos de café existentes

Rafael Gonçalves Escrito por  Dez 15, 2018 - 66 Views

A importância do café na sociedade é histórica e sua presença remete há milhares de anos. Existem registros de que desde a Antiguidade tribos africanas da Etiópia, Sudão e Quênia faziam uso desse grão, inicialmente na forma de uma pasta, utilizada principalmente para fornecer energia e vitalidade para os guerreiros antes de um combate. Posteriormente, por volta do século XIV, o café foi difundido para o oriente, de onde se espalhou para a Europa e, mais tarde, para o mundo. Atualmente, essa bebida é um dos itens mais consumidos ao redor do planeta (estima-se que, em nível mundial, uma pessoa consuma aproximadamente 1,3 kg de café por ano, entretanto, em alguns países, como a Finlândia, essa média pode chegar a 12 kg, enquanto no Brasil o consumo fica em torno de 5,6 kg), foi incorporada ao nosso dia a dia e, inclusive, tornou-se sinônimo dos momentos de confraternização: a conhecida “hora do cafezinho”.

A importância do café na sociedade é histórica e sua presença remete há milhares de anos. Existem registros de que desde a Antiguidade tribos africanas da Etiópia, Sudão e Quênia faziam uso desse grão, inicialmente na forma de uma pasta, utilizada principalmente para fornecer energia e vitalidade para os guerreiros antes de um combate. Posteriormente, por volta do século XIV, o café foi difundido para o oriente, de onde se espalhou para a Europa e, mais tarde, para o mundo. Atualmente, essa bebida é um dos itens mais consumidos ao redor do planeta (estima-se que, em nível mundial, uma pessoa consuma aproximadamente 1,3 kg de café por ano, entretanto, em alguns países, como a Finlândia, essa média pode chegar a 12 kg, enquanto no Brasil o consumo fica em torno de 5,6 kg), foi incorporada ao nosso dia a dia e, inclusive, tornou-se sinônimo dos momentos de confraternização: a conhecida “hora do cafezinho”.

tipos_de_cafe.jpgEntretanto, ao contrário do que muitos podem imaginar, o café não é um só. Na verdade, atualmente, esse grão nos proporciona muitas possibilidades e variedades no que diz respeito ao modo de ser consumido, o que faz com que sejam muitos os tipos de café à nossa disposição. Essas variações estão muito ligadas, principalmente, a questões culturais. Dependendo do local no qual estamos, o café pode ser preparado de maneiras distintas, seguindo hábitos e tradições de cada região e essa enorme diversidade pode até mesmo causar estranhamento. O que dizer, por exemplo, do café irlandês que, como o próprio nome diz, é originário da Irlanda, e preparado com café (claro!), leite e uísque?! Nessa mesma linha, existe também o café havaiano, que consiste na mistura de café e água de coco, e o café árabe, que nada mais é do que o café preparado com especiarias, como canela e cardamomo.

Já o cappuccino é, hoje em dia, uma bebida bastante comum no Brasil, porém, a maneira como ele é feito por aqui difere um pouco do preparo tradicional: enquanto a receita original, criada no século XIX, na Itália, utiliza apenas café, leite e espuma de leite, em nosso país é comum que o cappuccino leve noz moscada, canela, leite em pó e até mesmo achocolatado. Essa receita estaria, na verdade, mais próxima do moca (ou mocaccino), que é uma variação do cappuccino original, acrescido de calda de chocolate e creme de chantilly e que pode ser consumido quente ou frio. Essa ideia de consumir o café frio, inclusive, apesar de ainda causar certo estranhamento, tem sido cada vez mais difundida no Brasil. Muitas lojas especializadas oferecem, atualmente, bebidas feitas com café gelado, como o Frappuccino (receita exclusiva da famosa marca Starbucks) e o café com suco de limão, laranja e gelo.

E como não falar do famoso e quase onipresente café expresso e suas variações? Também originalmente italiano, ele é um café encorpado, forte e que retém apenas os óleos essenciais do grão, assim como o ristretto, uma versão ainda mais concentrada do expresso. Talvez tão tradicional quanto o expresso – pelo menos no Brasil –, o pingado também é personagem frequente quando falamos em café. Seja em casa ou no balcão da padaria, o copo americano com leite e apenas algumas gotas de café é uma preferência (e invenção) brasileira.

tipos_de_cafe2.jpg

Mas além da variação na preparação e criação de bebidas a partir do café, existem ainda outras inúmeras possibilidades que essa bebida nos oferece e que procuram ser uma opção que pode vir a se adequar melhor aos mais distintos gostos e estilos, como o café gourmet (produzido com grãos selecionados e de qualidade superior que exigem cuidados em seu cultivo e preparo), o café orgânico (cuja produção é totalmente livre de agrotóxicos e se assemelha muito ao café que era consumido antigamente, antes das inovações agrícolas), o café aromatizado (no qual há a incorporação de sabores diversos, como baunilha, nozes, frutas e chocolate) e até mesmo o café descafeinado (em cuja produção ocorre a filtragem e posterior remoção da cafeína dos grãos).

Agora que já sabemos um pouco mais sobre os vários tipos de café existentes, podemos concluir que, além de deliciosa, essa bebida tão presente em nossa vida é também muito versátil. Ou seja: é impossível enjoar, pois sempre haverá um tipo de café diferente a ser provado. E não importa em que lugar do mundo você esteja nem o seu estilo de vida: a verdade é que um cafezinho sempre cai muito bem.

Rafael Gonçalves

E tudo começou com um casamento rs. De péssimo cozinheiro a produtor de conteúdo de receitas levou um bom tempo de estudo e trabalho duro para reunir todas as informações que quero dividir com você. De receitas a análises de produtos incríveis que estudei e reuni com qualidade para você e sua família.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Top