Arroz De Couve Flor Fit Low Carb Fitness

Tudo que faltava para sua refeição ficar deliciosa e pouco calórica, mais um prato para para variar no dia a dia.
Publicado em Acompanhamento
Arroz De Couve Flor Fit Low Carb Fitness

Na hora de resolver adotar melhores hábitos alimentares um dos principais problemas é encontrar um substituto que esteja à altura do tradicional arroz branco, um dos principais alimentos da mesa brasileira.

Nessa receita irei te apresentar uma opção super saborosa, muito fácil de fazer, rápida e, além disso tudo, saudável. Você não tem mais nenhuma justificativa para não variar no cardápio da semana.

Não perde tempo, vem aprender comigo!

poste no pinterest esta imagem

Receita De Arroz De Couve Flor Fit Low Carb Fitness: Saiba Como Fazer

Quantidade
3 Porções
Preparação
55 minutos
Dificuldade
Fácil

Ingredientes

1
couve-flor inteira
1
colher (chá) de azeite
1
cebola de tamanho médio
60ml
de caldo de legumes
½
colher (chá) sal
1
colher (sopa) salsinha

Modo de preparo

1

Cortando a couve-flor

  1. Pegue a couve e arranque todas as folhas. Retire também os talos mais grossos.
  2. Em seguida, desmanche as flores em pedaços menores.
  3. Lave para retirar as impurezas e se ficar muito molhada procure secá-la um pouco.
  4. Leve para um processador de alimento ou para o liquidificador e coloque para pulsar por 8 vezes ou até que os pedaços do arroz de couve flor fiquem pequenininhos.

Dica:

  • Para evitar problemas no momento de triturar, higienize a couve-flor da melhor forma que puder. Você pode utilizar 2 colheres de vinagre em um litro de água e mergulhar a verdura por 30 minutos. Depois disso, lave em água corrente.
2

Hora de preparar!

  1. Primeiro pique a cebola e refogue em uma panela com uma colher (sopa) de azeite até que fique cristalina.
  2. Logo após, acrescente a couve-flor e mexa mais um pouco.
  3. Adicione o caldo de legumes, tempere com sal e misture tudo.
  4. Tampe a panela e permita que cozinhe por um período de aproximadamente 10 minutos. Durante este tempo, abra algumas vezes para mexer e se certificar de que a água não secou.
  5. Agora retire do fogo, corte bem a salsinha e acrescente ao arroz de couve flor. Pronto! Já pode experimentar!

Dica:

  • Use os caules e talos retirados para fazer outros tipos de receita, é possível produzir com eles caldos, omeletes, tortas, sopas e até mesmo patês. Assim você não perde nada da sua hortaliça, além de aproveitar melhor a vitamina C presente nela.

Não tenho processador nem liquidificador, como faço pra fazer a receita?

Use uma faca ou mesmo um ralador. O importante é que procure produzir pedaços pequenos, como se fossem grão de arroz mesmo.

Qual a validade dessa receita?

Ela pode ser armazenada, na geladeira por até 5 dias. Para isso, escolha um recipiente com tampa, pois isso ajuda a conservar.

Como faço o caldo de legumes?

Você pode comprar um caldo de legumes pronto no supermercado e, com um pouco de água, diluí-lo pra que o sabor fique mais suave. Esse é o modo mais prático. No entanto, se quer ter uma opção mais saudável, prepare seu próprio. É bem simples!

Escolha legumes que goste e algumas ervas aromáticas, deixe cozinhar por aproximadamente 1 hora. O fogo deve ficar em temperatura alta até ferver, sendo que após isso, deve ser ajustado temperatura mais baixa. Em seguida espere até ficar frio com tudo dentro e coe. Seu caldinho caseiro está feito!

Dicas:

  • Sugestões de vegetais e ervas para agregar sabor a caldo

Use cenoura, cebola, brócolis, salsão, cravo-da-índia, alho-poró, alecrim, tomilho, salsinha, coentro e dentes de alho.

  • Não jogue os vegetais fora após o preparo

Você pode fazer com eles uma deliciosa sopa ou usar para temperar carnes, basta bater tudo no liquidificador.

O que usar para incrementar esse arroz?

São diversas as opções e elas vão depender do que prefere, veja algumas das alternativas: pimentão, cebolinha, cenoura ralada, pimenta do reino, milho verde, uva passa, ervilha, camarão, champignon e tomate cereja.

O principal aqui é observar se aquilo que escolheu para acrescentar tem um cozimento rápido, pois se não tiver, é provável que ele fique cru. Além disso, procure adicionar esses complementos no momento de refogar a cebola.

Dá para congelar?

Sim. Dá para congelar antes ou depois de refogar o arroz de couve flor. Para isso, deve utilizar sacos plásticos, dê preferência aqueles fabricados exclusivamente para isso.

Em cada um dos saquinhos coloque a quantidade necessária para seu consumo diário e feche bem, é preciso retirar todo o ar de dentro ou boa parte dele. Em seguida etiquete com a data que fez, isso vai tornar mais fácil o acompanhamento da validade do produto. Feito isso! Basta levar para o freezer.

É possível conservá-lo em bom estado por até 5 meses.

Importante!

  • Quando for consumir não deixe descongelando por muito tempo. Retire do freezer e adicione direto na frigideira com a cebola já refogada.

Dá pra cozinhar a couve-flor antes de processar?

Não dá, pois ela fica muito molinha e na hora de passar pelo processador, provavelmente, irá se tornar um purê e não um arroz.

Dá pra cozinhar colocando um pouco de água no lugar do azeite?

Essa receita não precisa de água, pois a couve já é um pouco aguada e solta um líquido no momento do preparo. Mas se não tem azeite e não quer substituí-lo por óleo, manteiga ou óleo de coco, então, o ideal é que realize o preparo no vapor, uma cuscuzeira vai servir bem a esse propósito.

Dá pra preparar com brócolis?

Sim. E é uma ótima opção para variar com a receita de arroz de couve flor, é só seguir a receita substituindo a couve-flor por brócolis. Também fica delicioso!

O que usar no acompanhamento?

São muitas as opções. Também pode comer com feijão ou com ovo cozido, se desejar manter a refeição com poucas calorias. Ele também combina com diversos tipos de carnes. Na verdade, quase tudo que serve para acompanhar o arroz tradicional será bem-vindo nesse caso, vai depender de suas preferências.

Como ralar a couve?

Para esta receita o ideal é usar a parte mais grossa do ralador para deixar com uma aparência de arroz. No entanto, se desejar deixar os pedaços menores, semelhante a grão de farinha também dá certo.

Por que depois de pronto ficou mole?

Cozinhou a couve-flor antes de refogar? Processou ela por muito tempo? Adicionou água ao preparo? Se a resposta for sim para qualquer uma dessas perguntas, descobrimos a causa do amolecimento excessivo de seu arroz de couve flor.

Gostaria de nos ajudar com um compartilhamento em suas redes sociais? Cada compartilhamento ajudará.

Siga-nos no Youtube, Facebook, Pinterest e Instagram.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.